7.3.15

Rio de Janeiro do meu coração



Rio de Janeiro, o lugar, a cidade;
difícil explicar, difícil traduzir,
quem te conhece sente, vive e sabe
que não há maneira de te definir.

Afinal, qual seria sua definição? 
Será que alguém saberia explicar?
Cidade maravilhosa do meu coração,
lugar onde sonho um dia morar.

Inigualável seu nascer do sol,
incomparável sua natureza,
inesquecível o seu pôr-do-sol,
indefectível a sua beleza.

Rio de Janeiro do mundo, das pessoas,
dos mares, das praias, dos turistas,
Rio de Janeiro, terra linda, terra boa,
dos bairros, das favelas, dos eremitas.

Impossível traduzir-te ou definir-te,
impossível não lembrar ou te esquecer;
Rio de Janeiro, volto um dia para ver-te,
Rio de Janeiro, serei seu até morrer.

Leme, Copacabana, Arpoador, Ipanema,
lembranças, saudade que não tem fim,
No calçadão, vislumbram, entre centenas, 
Carlos Drummond, Caymmi, Tom Jobim...

Rio de Janeiro de grandes figuras,
tantos povos, tanta imensidão,
Rio de Janeiro das tantas culturas,
estará pra sempre em meu coração. 


Renato Curse     (05 e 07 de março de 2015)














Pedra do Leme


Praia do Diabo

Nascer do sol no Arpoador





Estátua de Carlos Drummond de Andrade



Nenhum comentário:

Postar um comentário