5.6.12

Homenagem a Jorge Mendonça





Jorge Pinto Mendonça, o JORGE MENDONÇA, nasceu no dia 6 de junho de 1954, em Silva Jardim, no Rio de Janeiro.
Iniciou a carreira profissional no Bangu (RJ) em 1972, onde marcou 23 gols.
Em 1973 o habilidoso atacante transferiu-se para o Náutico (PE), onde marcou 24 gols. (Em 1974, marcou simplesmente os oito gols no jogo Náutico 8 x 0 Santo Amaro-PE).

Mas foi no Palmeiras que Jorge Mendonça viveu a sua melhor fase. Estreou na equipe alviverde em 1976 e permaneceu no clube até 1980. Apesar de ter conquistado apenas um título, o Campeonato Paulista de 1976, Jorge Mendonça caiu nas graças da torcida  e até hoje é lembrado como um dos maiores ídolos do clube. Foi dele, aliás, o gol do título na final do Paulistão de 76.


Pelo Palmeiras, no total Jorge Mendonça disputou 
217 partidas, anotando 102 gols. 
Foram 113 vitórias, 62 empates e 42 derrotas.



As boas atuações no Verdão o levaram à Seleção Brasileira. Disputou a Copa do Mundo de 1978, a princípio como reserva de Zico, mas acabou como titular.

Ao todo, Mendonça disputou 11 partidas pela Seleção, anotando 2 gols (7 vitórias e 4 empates).


Depois de sair do Palmeiras, Jorge Mendonça passou por diversos clubes:
Vasco da Gama (1980), 
Guarani (1980 a 83), 
Ponte Preta (83 a 85 e 89), 
Cruzeiro (85 a 86), 
Rio Branco-ES (86), 
Colorado-PR (87 a 89) e 
Paulista de Jundiaí (90 a 91)

No Guarani, foi artilheiro do Campeonato Paulista de 1981, 
com 38 gols.

Foi o maior artilheiro em uma edição do Campeonato Paulista depois de Pelé.

No Campeonato Brasileiro, Mendonça marcou um total de 
91 gols pelos clubes que passou.

Em toda sua carreira, o meia-atacante fez 417 gols.

Jorge Mendonça, morreu no dia 17 de fevereiro de 2006, no hospital Mário Gatti, em Campinas, vítima de infarte.

Problemas com o álcool abreviaram a vida de mais um craque do futebol.


Texto: Renato Curse                  03 de junho de 2.012





Clique AQUI para acessar todas as matérias referentes ao Palmeiras


Um comentário:

  1. Bacana homenagem.

    Silvajardinense como ele. Somos orgulhosos de seu talento.

    Parabéns Renato

    ResponderExcluir