24.12.12

Pois é, é Natal.



Que coisa, hoje já é véspera de natal; aliás, já é quase natal...
São milhares, milhões, talvez até bilhões de pessoas envoltas, envolvidas e contagiadas por esse tal de espírito natalino.

Mas como estará sendo este natal para aquele mendigo que vi dormindo nas proximidades da Rua 25 de Março, em São Paulo?

A curiosidade é grande, mas não consigo imaginar como teria transcorrido a manhã, a tarde e esse início de noite para aquele ser humano que tantos olhos encaram com indiferença e desprezo...
Um ser humano que muito provavelmente eu vi pela última vez.

Puxa, como eu gostaria, independentemente de que forma, transformar radicalmente a vida daquele mendigo.

Logo esquecerei seu rosto, mas não me esquecerei da situação.

Aquele 22 de dezembro foi realmente marcante...

Bom e mau, bem e mal,
mas não tão mau, não tão mal e tão mau
quanto a impressão que algumas imagens me causaram...

Apesar de tudo, hoje acho que é melhor dizer,
mesmo sabendo da hipocrisia que costuma acercar esta data:
Feliz Natal.

Feliz...........in.........feliz




Renato Curse             24 de dezembro de 2.001   (20:52 h.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário