29.6.17

Quem é você?



Hoje, confuso, tentando se encontrar,
mentindo para os outros e mentindo para si,
memórias e lembranças vivem a lhe torturar
e da realidade já não consegues fugir.

Quem é você? O que você almeja?
Qual é a sua maior ambição?
Quem é você? O que você deseja?
Por quê fazes da mentira a sua razão?



Ontem, vivendo os seus tantos personagens,
mataste, aos poucos, a sua essência real.
Agora você busca entre as suas miragens
algo que lhe remeta ao seu estado original.

Quem é você? O que você deseja?
Onde está a sua obstinação?
Quem é você? O que você almeja?
Até onde vai sua passiva prostração?



Renato Oliveira             04 de junho de 2017


Nenhum comentário:

Postar um comentário