17.1.17

Os verdadeiros culpados



Sim, nós somos os verdadeiros culpados
e não há nada que advogue a nosso favor;
tudo o que colhemos por nós foi plantado
e o resultado é esse atual quadro de horror.

Erros e mais erros foram replicados,
'em nome da igualdade', 'em nome do amor';
Discurso mentiroso, farsante, dissimulado
que o povo alienado, sem hesitar, abraçou.

Sim, nós somos os verdadeiros culpados,
somos os responsáveis por essa onda de terror;
A guerra civil e a ineficiência do estado
são só reflexos do que nossa inércia causou.

Fomos permissivos, passivos e amuados,
vendo o mal se espalhar sem nenhum pudor;
Agora quem é do bem se encontra encurralado
enquanto os ignóbeis espalham ódio e rancor.

Sim, nós somos os verdadeiros culpados,
mas, não estamos sós a despetalar essa flor;
Erramos como erraram nossos antepassados
e ensinamos os mais jovens a adular quem errou.

Até quando vamos nos permitir ser enganados?
Será que nossa dignidade não tem mais valor?
Não podemos mais permanecer acomodados,
pois o que mais querem é que sejamos robôs!



Somos os verdadeiros culpados...

O que faremos para minar esse estrago?




Renato Oliveira              17 de janeiro de 2017





Nenhum comentário:

Postar um comentário