23.3.17

Um resumo da Esquerda 'tolerante'


Esquerdista é o tipo de pessoa que diz lutar por liberdade de expressão desde que esta não contrarie ou contradiga suas convicções, caso contrário ele fará de tudo para tentar te calar e ainda te xingará de fascista, homofóbico, racista, intolerante e o escambau - só pelo simples fato de você discordar dele.

Esquerdista faz protesto violento, 'quebra-quebra' e agride física ou verbalmente quem não concorde com ele para depois desempenhar o papel de pobre vítima da sociedade ou do sistema opressor quando então é reprimido. 

Esquerda e vitimismo andam lado a lado.

Esquerdista diz que devemos respeitar escolhas individuais, mas ele e sua corja ocupam escolas e faculdades (e outras repartições públicas) sem permitir que outros alunos estudem, mesmo que estes queiram (!). Nesse caso, onde está a liberdade de escolha de quem quer estudar (e também dos que querem trabalhar quando vocês preferem cruzar os braços)?
Esquerdista diz que devemos respeitar escolhas individuais, mas ele e sua trupe barram rodovias e vias públicas queimando pneus e vários outros objetos, consequentemente desrespeitando a liberdade de escolha e o direito de ir e vir de quem não deseja compactuar com eles.

Esquerdista diz que está lutando por um mundo melhor, mas você deve ser obrigado a aceitar que SOMENTE a concepção que ele tem de 'mundo melhor' está correta. Se a sua concepção de um mundo melhor for diferente da que ele apaixonadamente inventou, você nem mesmo será ouvido - além de correr o risco de ser ridicularizado e até agredido.

Esquerdista é o tipo de pessoa que prega o comunismo/socialismo (ou anarquismo) sem saber o que tais doutrinas políticas sempre acarretaram: miséria, fome, guerras, mortes, etc... Quando sabem, simplesmente ignoram. Até os dias de hoje nenhum esquerdista foi capaz de dizer onde o comunismo deu certo.

Esquerdista fala tanto de 'Ditadura militar', mas louva as ditaduras de Cuba, China, antiga União Soviética,  Camboja, etc. que foram MUITO piores (estas sim foram ditaduras de verdade!). 

Nenhum esquerdista viveria em qualquer país comunista! 
Esquerdista fala mal da 'ditadura militar', mas defende terrorismo. Ora, estudem o que grupos 'revolucionários' (como o da senhora Dilma) fizeram, seus idiotas! Conversem com os mais velhos e saberão que só os bandidos e os vagabundos não lamentaram o fim de um tempo em que qualquer um podia andar na rua à noite com tranquilidade. E que tal estudar sobre o cenário político nacional das décadas de 1960/1970?

Esquerdista diz que combate a homofobia, o racismo, a censura e a intolerância, mas defende Che Guevara (só um dos tantos exemplos) que odiava negros e homossexuais e proibiu livros, músicas, etc.


Esquerdista quase sempre só defende direitos humanos para humanos que não são direitos. 

Esquerdista é o tipo de cara que fala mal da família, mas é (ou foi) sustentado por ela em boa parte de sua vida.

Esquerdista critica o 'Estado capitalista', mas nenhum deles vive sem o capitalismo. Em suma, todo esquerdista é um capitalista também.

Esquerdista diz que defende a vida, porém, muitos fazem apologia ao aborto que nada mais é do que a extinção de uma vida de um SER HUMANO inocente.
Esquerdista abortista diz 'meu corpo, minhas regras' mas se esquece que o corpo de um bebê não é dela e sim do bebê - por mais que alguns imbecis insistam em chamar um feto (ou embrião, que seja) de amontoado de células.

Esquerdista fala mal do machismo, porém prega um feminismo que não visa a igualdade, mas sim a supremacia. E essa suposta igualdade dogmática é bastante seletiva já que as atuais feministas só pregam a  tal igualdade àquilo que lhes for conveniente (você já viu alguma feminista lutando para poder trabalhar em sacaria, depósito de gás ou quaisquer outros serviços que denotem certo sacrifício e não muito dinheiro? Será que se estas feministas imbecis estivessem no Titanic, por exemplo, abririam mão de serem salvas em nome do feminismo - será que elas iriam se opor ao "mulheres e crianças primeiro"?).

Esquerdista defende práticas imorais, mas nenhum deles quer se casar com uma puta depravada, por exemplo. E será que esquerdistas planejam e sonham em ter um filho homossexual? Ou drogado? Ou arruaceiro? São perguntas no mínimo pertinentes já que certos esquerdistas demonstram uma paixão por vezes até desmedida quando estão defendendo suas tantas bandeiras e causas sociais.

Esquerdista prega igualdade e fala em luta de classes, mas sempre que chega ao poder se enriquece às custas de roubo de dinheiro público e alheio. Um exemplo? Vejam o quanto Lula enriqueceu em menos de 10 anos - e tem idiota que acredita que foi às custas de trabalho honesto mesmo com o farto número de evidências que comprovam o envolvimento do ex-presidente petista (e se Deus quiser, futuro presidiário) em escândalos de corrupção no país.



Esquerdista geralmente se aproveita do termo estado laico para zombar, menosprezar, combater e não raramente atacar as religiões, especialmente a cristã  (porém, a coragem e audácia dele acaba quando a religião é o islamismo).

Esquerdista diz que ama os pobres, mas NUNCA quer viver entre eles, muito menos ser como eles (economicamente falando).

Esquerdista diz que ninguém deve se intrometer nas opções e escolhas pessoais de um indivíduo, mas tenta a todo custo fazer o povo engolir absurdos como ideologia de gênero, aborto legalizado e tantas outras pautas imorais e inúteis. Pautas que a esquerda política tanto quer (e tenta) introduzir como práticas na sociedade.

Esquerdista fala em pluralidade de ideias, debate, etc., mas geralmente FOGE de debates que mostrem, através de fatos e evidências - quer sejam estas de um contexto histórico passado ou atual - o quanto esquerdistas são manipulados e alienados e, sobretudo, o quanto estão equivocados.

Esquerdista nada mais é do que um ser controlado e idiotizado e que NUNCA estudou de verdade o que a Esquerda representa.
É fato que a grande maioria deles, especialmente os mais jovens, foram educados por professores 'esquerdopatas' do MEC (sigla que na verdade deveria significar "Marxismo na Educação e na Cultura"), ou seja, foram condicionados a acreditar que figuras como Marx, Engels, Lênin, Fidel Castro, Che Guevara, Nelson Mandela e tantos outros são heróis. O jovem esquerdista aprendeu a não questionar a conduta destes seus grandes e nobres arquétipos da (falsa) justiça e nem tampouco nada que contrarie seus deturpados ideais. 

Ah, os jovens! São tão facilmente seduzidos por esse falso discurso apaixonado de liberdade, igualdade, luta de classes, enfim, todo esse conjunto de temáticas que a Esquerda habilmente insere em suas mentes (visando com isso apenas aumentar o que chamamos de massa de manobra). 
Na mão de aliciadores políticos esquerdistas, os jovens tornam-se meros instrumentos em favor de interesses pessoais escusos e muitos deles são corrompidos e controlados sem ao menos se dar conta (isso porque a maioria dos jovens julga-se inatingível, o que consequentemente acaba por torná-los mais vulneráveis). Quase todo jovem sonha em mudar o mundo e, neste sentido, não existe nada mais sedutor que os belíssimos discursos esquerdistas de liberdade, igualdade e justiça social. Discursos tão belos quanto nocivos.

Esquerdista parece deliciar-se ao defender bandidos, ladrões e assassinos da pior espécie. Quase tudo o que é bom eles consideram mal; quase tudo que é certo eles consideram errado (e vice-versa). Alguns ainda alegam que bem e mal independem de senso comum, como se estes (o bem e o mal, o certo e o errado) fossem coisas que cada um de nós pode dar o significado que nos bem aprouver, ainda que este não caracterize objetivamente nem bem e nem mal, nem certo e nem errado.

Esquerdistas vão te xingar, CUSPIR e até agredir se você defender temas como família, moral e religião. Aliás, estes são, sem sombra de dúvidas, os maiores argumentos da Esquerda: a mentira, a calúnia, a ofensa, a difamação e ataques ad-hominem. Isso quando não apelam para agressões físicas e verbais, o que também não é raro.

Esquerdista só fala em dividir o que é dos outros (dinheiro, terras, etc). Ele jamais vai abrir mão do que possui, mas vai querer tirar a todo custo o que outros conquistaram com trabalho digno - seu e/ou de seus antepassados (principalmente se o indivíduo a ser expropriado for muito rico).

Esquerdista prega uma sociedade justa e igualitária, desde que essa justiça não recaia sobre ele e nem a igualdade o atinja negativamente. No tocante à justiça ele almeja estar acima de todo e qualquer julgamento; quanto à igualdade o que ele realmente quer (ainda que jamais admita) é uma posição de destaque entre aqueles que controlam as massas. Em outras palavras, o que o esquerdista mais almeja e anseia é o poder. Dentro de um legítimo partidário de Esquerda reside um ditador que sempre finge estar adormecido e que por vezes acorda destoando toda sua tirania. Dentro de um legítimo partidário de Esquerda reside um corrupto que sempre colocará seus interesses de extravagância pessoal acima de quaisquer outros interesses, inclusive os da sua própria pátria.

Por tudo isto e muito mais, podemos até afirmar com convicção e sem medo de errar que esquerdistas são ignorantes e analfabetos funcionais a serviço da iniquidade. São vítimas passivas de sua própria estupidez. 

Felizmente, alguns (como eu) despertam e se libertam deste grande e terrível mal, endossando o coro daqueles que verdadeiramente idealizam e almejam uma sociedade justa, digna, democrática, mas, sobretudo, com valores cívicos, morais e cristãos a serem observados e respeitados.



Renato Oliveira               22 de março de 2017



DÚVIDA CRUEL:
Nem todo esquerdista é idiota, 
mas todo idiota é esquerdista
ou
Nem todo idiota é esquerdista,
mas todo esquerdista é idiota
???






Obs.: Se você é um simpatizante da Esquerda e não gostou do texto, tente refutá-lo!
Só não venha querer me dar lições de 'esquerdismo', pois eu já conheço muito bem essa merda que defendi por tantos anos e o que ela representa.
Não me canso de dizer: a Esquerda caracteriza o MAL, a iniquidade e a imoralidade. E o afirmo sem receio de estar generalizando.

Obviamente você não é obrigado a concordar com tudo que escrevi, mas devo dizer que se você discorda de TODO o conteúdo, quem não entende NADA de Esquerda és tu!


Ao esquerdista militante ou ativista: minha interpretação pessoal acerca daquilo que vivenciei em matéria de Esquerda pode até não servir para homologar tudo que ela representa, porém, a sua interpretação pessoal romântica e ilusória não vai apagar o que de fato ela é e tudo o que ela causou.



3 comentários:

  1. Nossa, nenhum comentário?
    Meus parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8:00 PM

    a esquerdalha pira kkkkkkk só li verdades

    ResponderExcluir
  3. Me senti orgulhosa por vc!!

    ResponderExcluir