24.2.12

A Depressão...



A Depressão...
Ela chega assim, meio que de repente,
meio que nebulosa, meio que indiferente,
meio que em depressão...


Ela chega assim,
sempre oportunista,
sempre apavorante, sempre calculista,
nada tolerante, nada otimista,
sempre muito ruim.


Mas, e você?
Como, reage a ela, a depressão?
Ou você nem age, cai em depressão,
deixa de ser você.





A depressão...
Ela chega sempre assim,
às vezes se opondo a tréguas,
viaja em seu interior por léguas e léguas,
a tudo diz não,
a nada diz sim


Mas, insisto, e você?
Vai ficar aí deprimido, em meio à solidão?
Passivo, inerte, inativo, submisso à depressão?
Nada vai fazer?




Ela chega assim, senhora, sem hora,
tentando ser mais forte que você,
Só que desta vez é você que vai vencer,
e dar a ela o seu merecido fim.
Que tal agora?



Então, deprimido,
ao menos tente tomar uma atitude,
fazer algo para que isso mude,
seja mais otimista consigo.



Renato Curse                          outubro de 2.004



Nenhum comentário:

Postar um comentário