16.5.12

Descobrimento do Amor




De quando em quando mais amores surgirão;
De vez em quando, dores e desilusão.
Novas maneiras de se gostar, de se amar
e mais fronteiras para ultrapassar.


Duas vidas, dois comportamentos, dois corações;
Formas distintas de pensamentos e traduções,
que por ventura se encontram como num talvez,
linda história escrevem quando chega a vez.


E são tantos beijos, tantas promessas, tantas juras;
É o Descobrimento do Amor, inicia-se a fase mais pura,
Fase de encanto, de convivência e conhecimento,
e assim vai se ganhando mais experiência e aperfeiçoamento.


(Renato Curse)          27 de fevereiro de 2.000



Nenhum comentário:

Postar um comentário