5.5.12

Poesia de um cão abandonado



Gostaria de poder falar tudo aquilo que eu sinto,
transmitir em palavras todas as minhas emoções;
todos então veriam que eu não minto
e que são limpas e puras as minhas intenções.


Quase nada sei das minhas origens, da minha história,
porém trago boas lembranças de um recente passado,
onde a felicidade não era essa coisa ilusória,
quando sequer cogitava que seria abandonado.


Hoje caminho triste pelas ruas da cidade,
tentando exprimir o que almejo em meu olhar;
alguns entendem, alguns demonstram caridade,
outros, sem motivo, querem e tentam me maltratar.


Tem dias que passo fome, tem noites que passo frio,
cada temporada em um canto, na esperança de encontrar
alguém generoso que me arranque deste mundo hostil,
alguém que faça de verdade minha sorte mudar.


Por vezes até sinto a emoção boa de um carinho,
costumo seguir os que são generosos comigo,
porém, como sempre, fico abandonado pelo caminho,
ninguém parece ter intenção de me oferecer abrigo.


Mas tenho comigo a mais bem alimentada esperança
de que algum dia alguma pessoa, por bondade ou por clemência,
me abrigue, me adote; idoso, jovem ou criança
que aceite o meu carinho, que me trate com decência.


Serei sempre fiel, camarada e carinhoso,
quem sabe até chato, na intenção de entreter;
estarei sempre às ordens, gentil e atencioso,
o melhor amigo que alguém pode ter.


Meu recente passado? Você quer mesmo saber?
Eu era feliz, tinha um lar, mas um dono ocupado
que nunca brincava e só me chutava quando ia o receber.
Um dia ele se cansou e agora aqui estou,
sou apenas um triste cão abandonado.



Renato Curse           30 de abril de 2.012






7 comentários:

  1. Muito bom, cara, Parabéns! Sou dono do blog "Fenda do Rock" (www.fendadorock.blogspot.com) Quer parceria? Dá a resposta lá na C-Box ou nos comentários que eu coloco seu banner. Parabéns pelo seu blog, gostei muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já é parceiro, amigo Berinho! Seu blog (Fenda do Rock) dispensa comentário e é um prazer poder divulgar um blog de tão bom conteúdo. Valeu irmão!

      Excluir
  2. Bellissima poesia...complimentos

    ResponderExcluir
  3. Anônimo11:59 PM

    Me sinto como ele!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo9:22 PM

    Poesia linda e cheia de emoções.

    ResponderExcluir
  5. Olá, estudo multimédia e para um trabalho vou ilustrar ( em video ) o seu poema. se me quiser contactar: ajudarosanimais@hotmail.com

    ResponderExcluir