23.10.12

O prazer na Gentileza



“SE CONSEGUISSE ESQUECER ALGUNS DEVANEIOS

E SENTISSE, SEM MÁGOAS, LIBERTO DO MAL,

SEM RESSENTIMENTO E SEM RECEIOS,

O PALADAR – SÓ EXTERNO – DO SAL,

LEVADO À LÍNGUA, SEM ENLEIO,
PELA ROTA LACRIMAL,
DEPOIS DE UM TERNO GESTO MORAL,
O HOMEM TERIA, EM SEU MEIO,
MUITO MAIS PRAZER EMOCIONAL,
PROPICIANDO COM ISSO TAMBÉM,
MAIS PRAZER ALHEIO.”


Renato Curse                  agosto de 2.001

Nenhum comentário:

Postar um comentário