16.3.12

Ainda te encontro no meu mundo




Os pingos da chuva foram pouco a pouco escurecendo a tonalidade da cor negra do asfalto, à medida em que a tempestade aumentava...

E lá estava eu, caminhando, já completamente molhado pela chuva, quando de longe avistei você.

Fique ainda meio em dúvida, pois a distância em que se encontrava, não permitia que eu tivesse a certeza de que era realmente você que eu estava vendo.

Não sei ao certo porque, mas algo dentro de mim fazia-me acreditar que eu não poderia estar enganado, talvez por essa razão decidi apertar o passo para me aproximar mais uma vez de ti.

Nesse instante me lembrei das coisas belas que juntos partilhamos e vivemos, dos bons momentos de outrora, em que nos completávamos mutuamente, com amor, carinho e amizade.

Lembrei-me também que a chuva realçou boa parte desses bons acontecimentos...

De repente a chuva parou, cessando também a ilusão e inevitavelmente veio o triste despertar.

Voltei à realidade e não mais avistei você à minha frente.

Sabe, ainda custo a acreditar que você morreu...

Mas um dia eu hei de te encontrar, não importa onde, pois se isso não acontecer no mundo real, vai acontecer no meu mundo!



Renato Curse                 1.998


Nenhum comentário:

Postar um comentário