29.1.13

A tragédia em Santa Maria (RS)


No dia 17 de fevereiro de 1.986, ainda com 8 anos de idade (faria 9 em maio), pela televisão, como tantas pessoas na época, fui testemunha de uma tragédia que marcou pra sempre minha vida: o incêndio no Edifício Andorinhas, no Rio de Janeiro. 
Nunca me esquecerei da imagem das duas pessoas se atirando do 12.o andar; o grito da repórter: "Meu Deus do céu, uma pessoa se jogou!" É uma imagem realmente chocante, triste, infelizmente inesquecível. 


Antes daquela tragédia, várias outras já tinham ocorrido e, de lá pra cá, muitas outras voltaram a acontecer. Água, fogo, deslizamento de terra... 
O mais lamentável de tudo isso sem dúvida é saber que a maioria desses tristes episódios poderiam ter sido evitados. 
Sabe-se lá se por imprudência, negligência, descaso ou qualquer outro motivo, muitas tragédias envolvendo dezenas e até centenas de pessoas, de SERES HUMANOS, vem acontecendo nos últimos anos. 
A mais recente, o incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, nas primeiras horas do dia 27 de janeiro de 2.013, matou mais de 230 pessoas! 
Agora fala-se em adotar medidas mais rígidas de segurança em estabelecimentos e casas noturnas que comportem grande número de pessoas. Claro que isso é bom, mas por que só agora hein? 
Certamente, outras medidas de segurança estão à espera da próxima tragédia.

Triste...


Renato Curse                             29 de janeiro de 2.013      





Nenhum comentário:

Postar um comentário